/ Curiosidades

23set 2013

Curiosidade – 6

Escrito por // Arquivado em: Curiosidades

No Japão, já se comemora  aniversário como no ocidente, fazendo festas em casa ou mesmo em bares. Mas os mais tradicionais ainda comemoram anos sim e anos não.

 

fotocuriosidade6Veja que interessante:

  • O Primeiro ano é comemorado apenas pelos pais como símbolo da sobrevivência.
  • O Segundo ano a festa é por conta dos avôs paternos como símbolo de acolhida do novo membro ao clã.
  • O Terceiro ano é por conta dos avôs maternos.
  • O Quarto não é comemorado. O número 4 – Shi é som de Morte.

Em outros locais costumam hastear um biruta em formato de peixe para os meninos e para as meninas fitas multicoloridas anunciando que ali naquela casa há uma criança de 4 anos.
Qualquer pessoa que avistar a Bandeira tem obrigação moral de ir visitar e dar boas vindas a criança. É também costumes estranhos dar presentes nem que seja um botão arrancado da sua própria roupa como oferenda ao aniversariante… Há história de pessoas tão pobres que não tinham nada e chegaram a oferecer o corte do cabelo para vender ao peruqueiro. Rasgar um pedaço do kimono para dar como lenço. Isto de dar presente é uma obrigação moral.

  • No Quinto ano é comemorado com o padrinho. Normalmente um tio, um primo mais velho que apadrinha e assume o compromisso solene de criar o afilhado na ausência dos pais.
  • O Sexto ano é comemorado na Escola Primária e a festa por conta do mestre que o recebe com o propósito de educá-lo.
  • O Sétimo ano é comemorado no Templo em agradecimento aos Deus pela sobrevivência da primeira infância. Secretamente recebe ali um segundo nome. É como se fosse um Batismo, a Criança assume o compromisso de seguir os ditames da Religião budista ou Xintoísta.
  • Não se comemora o nono ano. Número 9 – Ku significa sofrimento.
  • Há um lapso de 8,9,10,11,12 e 13…
  • No Décimo quarto ano é comemorado por todos os parentes próximos e distantes.

E assim por diante, cada ano é comemorado de uma forma diferente e por pessoas diferentes.

Eles tem a crença de que aniversário Natalício nunca deve ser comemorado antes da data.
Na impossibilidade  de comemorar, ele é então adiado.

fotocuriosidade7

Fonte: Yahoo Respostas e Google Imagens

 

22set 2013

Curiosidade – 5

Escrito por // Arquivado em: Curiosidades

fotocuriosidad5

Em algumas culturas, o aniversário é celebrado nove dias depois da data de nascimento, talvez para “trazer felicidade e sorte” para o aniversariante.

Os muçulmanos não comemoram aniversário,  pois diz a tradição que nem o aniversário do profeta Maomé deve ser comemorado

Já os Judeus comemoram data de nascimento, e deve  ser celebrada com reflexões, orações, caridade e estudo da Torá. O hábito de ler um Salmo correspondente ao seu próximo ano (quem está completando 20 anos deve ler o Salmo 21) é comum entre os judeus.

E no Vietnã, os aniversários não são comemorados individualmente na data de nascimento da pessoa, mas coletivamente durante a celebração do ano novo lunar.

Fonte: Mais que curiosidade e Google Imagens
21set 2013

Curiosidade – 4

Escrito por // Arquivado em: Curiosidades

O docinho mais famoso dos aniversários é brasileiro mesmo e surgiu na disputa presidencial de 1945. Eleitoras do brigadeiro Eduardo Gomes criaram o “doce do brigadeiro” tentando conquistar votos através do paladar do eleitorado. O doce foi um sucesso, mas o brigadeiro acabou perdendo as eleições

Curiosidadefoto7
Os salgadinhos mais comuns nas festas de aniversário brasileiras são o cachorro-quente, a coxinha e o bolinho de carne. Os doces mais comuns são, além do bolo: beijinho, cajuzinho, olho-de-sogra, quindim e brigadeiro.

Curiosidadefoto8

Enquanto que no Sul e Sudeste, o cajuzinho é preparado com amendoim torrado e sem casca com leite condensado, no Nordeste ele é feito com a polpa do próprio caju envolvida em açúcar cristal ou refinado.

Fonte: Guia das Dicas e Google Imagens
21set 2013

Curiosidade – 3

Escrito por // Arquivado em: Curiosidades

Curiosidadesfoto1

Você sabia que os rituais pagãos e crenças mágicas deram origem à maioria dos costumes das comemorações de aniversário?

O “Parabéns a Você” surgiu em 1875. Na verdade, nesse ano as americanas Mildred e Patricia Hill criaram a melodia de “Good Morning to All”, que, depois de mudanças aqui e ali, deu origem ao “Parabéns a Você”, em 1924. A versão brasileira da música foi decidida em um concurso da Rádio Tupi-RJ, em 1942, vencido pela paulista Bertha Celeste Homem de Mello.

Bertha tinha 40 anos quando participou do concurso da escolha da letra de “Parabéns Pra Você” com outros cinco mil candidatos. Detalhe: ela bolou a letra em apenas cinco minutos.

Assim como o “feliz aniversário”, o hábito de dar presentes aos aniversariantes tem o objetivo original de afastar os maus espíritos. Isso já acontecia no Egito antigo e em Roma. Durante a Idade Média, na Alemanha, há registro de uma espécie de Papai Noel, a quem se conferia a função de distribuidor de presentes

Curiosidadesfoto2

Acredita-se que os balões foram os primeiros brinquedos das crianças. É claro que os primeiros não eram feitos de plástico, mas de intestinos e tripas de animais mortos, inflados com ar. Eles passaram a figurar nas festas de aniversário como um agrado às crianças

Curiosidadesfotos3

Fonte:  Mais que curiosidade e Google Images
21set 2013

Curiosidade – 2

Escrito por // Arquivado em: Curiosidades

              Você sabia que?

Curiosidade4foto

A tradição de enviar cartões de aniversário começou na Inglaterra, no início do século 20. Os cartões serviam como um pedido de desculpas carinhoso quando a pessoa não podia visitar o aniversariante. Hoje muita gente prefere entregar o cartão pessoalmente.

O bolo de aniversário tem origem no culto da deusa Ártemis. Os antigos gregos reverenciavam a deusa oferecendo bolos no templo de Éfeso, antiga colônia grega onde hoje é a Turquia. Mas se engana quem pensa que o bolo continha recheio de goiabada e cobertura de glacê. Ele era, na verdade, uma espécie de preparado de pão e mel no formato de meia lua.

Curiosidade5foto
Segundo alguns historiadores, as velas também tem origem pagã. Seu uso foi herdado do culto aos antigos deuses, que levavam as preces do fiéis até os céus por meio da fumaça.

Curiosidade6foto

Fonte: Mais que curiosidade e Google Imagens